spot_img
InícioNotíciasValor Bruto da agropecuária goiana deve crescer 3% em 2022

Valor Bruto da agropecuária goiana deve crescer 3% em 2022

VBP deve atingir R$ 106,7 bilhões neste ano, segundo nova rodada de estimativas do Mapa. Resultado é puxado pelas lavouras. Dos 14 produtos agrícolas pesquisados, 11 têm projeção de alta

Em 2022, batata-inglesa tem maior projeção de alta percentual do Valor Bruto de Produção da agricultura, em Goiás: aumento de 220,9%, com resultado de R$ 718,7 milhões (Foto: Wenderson Araujo/CNA)

Valor Bruto de Produção (VBP) da agropecuária goiana deve aumentar 3%, em relação ao ano passado, e chegar a R$ 106,7 bilhões em 2022. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o resultado é puxado pelas lavouras.

O VBP da agricultura deve crescer 8% e chegar a R$ 75,3 bilhões. Em valores absolutos, a soja responde pela maior fatia do resultado, com R$ 41,3 bilhões (+12%). Já em valores percentuais o destaque é a batata-inglesa, cujo VBP deve saltar 220,9% e atingir R$ 718,7 milhões.

Dos 14 produtos agrícolas pesquisados, 11 têm projeção de alta em Valor Bruto de Produção. Além da soja e da batata-inglesa, estão nesta condição uva (+36,2%), tomate (+27,8%), feijão (+22,5%), algodão (+18,3%), café arábica (+17,7%), cana-de-açúcar (+9,4%), mandioca (+12,2%), trigo (+3,3%) e laranja (+0,1%). Apenas arroz (-29,1%), milho (-11,8%) e banana (-1,4%) estão na contramão.

Bovinos

A pecuária goiana segue a tendência nacional do segmento e apresenta estimativa de recuo de 7,3%. O maior impacto no Valor Bruto de Produção vem dos bovinos, com projeção de queda de 10%, saindo de R$ 17,1 bilhões em 2021 para R$ 15,4 bilhões em 2022. Ainda segundo o Mapa, suínos, frangos, ovos e leite devem registrar redução de 7,3%, 7,1%, 1,2% e 0,6%, respectivamente.

Em relação à última rodada de estimativas divulgadas pelo Mapa, em novembro (com base em dados coletados em outubro), os números atuais representam uma revisão para cima no VBP da agropecuária como um todo (de +2,7% para +3,0%) e da produção agrícola em particular (de +7,9% para +8,0%). Na pecuária, há redução da estimativa de queda (de -8,0% para -7,3%).

Oportunidades

Para o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Tiago Mendonça, a melhora dos indicadores da agropecuária goiana reflete o bom momento do setor em Goiás. Para ele, apesar dos desafios climáticos e econômicos, o produtor goiano segue trabalhando forte e aproveita as oportunidades de mercado.

Mendonça destaca que produtores, entidades e governo sempre trabalham unidos em Goiás, batem recordes de cartas-consulta aprovadas e recebem financiamentos no Fundo Constitucional do Centro-Oeste. “Isso faz a diferença. Vamos continuar desenvolvendo ações e programas de apoio ao setor”, completa o titular da Seapa.

O Valor Bruto da Produção Agropecuária mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento.

É calculado com base na produção da safra agrícola e da pecuária e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do País, dos 26 maiores produtos agropecuários do Brasil.

Fonte: Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com