InícioNotícias“Vale a pena para o Estado, sociedade e produtores”, declara governador de...

“Vale a pena para o Estado, sociedade e produtores”, declara governador de Mato Grosso sobre contribuição do setor agropecuário

1

Referência no agronegócio, Estado vizinho criou fundo há 22 anos e por meio dele investiu nos últimos 4 anos R$ 5,6 bilhões em infraestrutura voltada para o agro. Goiás se inspira nesse modelo de gestão para criação do Fundeinfra

O governador de Mato Grosso (MT), Mauro Mendes, gravou vídeo nesta quinta-feira (17/11) em apoio à criação do Fundo de Infraestrutura do Estado de Goiás (Fundeinfra), com a contribuição do setor agropecuário e de minérios, proposta do Executivo que está em apreciação na Assembleia Legislativa (Alego). Reeleito com 68% dos votos válidos em primeiro turno, Mauro Mendes detalha a quantidade de obras realizadas no MT com fundo de mesma natureza e a satisfação dos produtores rurais com o resultado da aplicação dos recursos.

“Vale a pena para o Estado, para a sociedade e vale muito a pena para os produtores. Uma estrada boa é logística melhor, diminui os custos. Vai ajudar muito o nosso querido estado de Goiás”, garantiu Mauro Mendes, que é natural de Anápolis (GO).

Graças ao Fundo Estadual de Transporte e Habitação, o Fethab, o estado de Mato Grosso desenvolve mecanismos próprios de investimentos no agronegócio por meio da infraestrutura. Não à toa, é um dos Estados mais competitivos do setor. Dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) apontam que o Mato Grosso lidera, há quatro anos, a produção agropecuária no Brasil. Sozinho, o Estado detém mais de 17% da produção agrícola nacional. É o maior produtor de soja, milho, algodão e bovino do país.

Tal pujança econômica tem o Fethab como mola propulsora para desenvolvimento de suas atividades, especialmente devido aos investimentos em rodovias que favorecem o escoamento da produção. Esse modelo inspirou Goiás na formatação contributiva, administrativa e fiscal do Fundeinfra.

Obras em MT
Mauro Mendes explicou que o recurso arrecadado volta em forma de benefícios para o produtor na área de infraestrutura. E citou algumas das principais obras realizadas nos últimos anos: “Estamos terminando esse mandato com 2,6 mil quilômetros de chão que virou asfalto. Também estamos recuperando 1,9 mil quilômetros de rodovia”. Nesse período, Mato Grosso ainda fez, segundo o governador, “190 pontes de grande porte e mais de mil pontes de pequeno porte, em parceria com as prefeituras”. Em quatro anos, o investimento do Fethab terá sido de R$5 bilhões e 651 milhões.

Em Goiás, o governo estadual estima arrecadar, por ano, entre R$700 milhões e R$1 bilhão com o Fundeinfra. A destinação será exclusiva para a infraestrutura voltada à produção agropecuária, inclusive com gestão administrativa e fiscal partilhada entre o poder público e o setor produtivo. A contribuição é facultativa e condicionante para acesso a benefícios fiscais do Estado. “Que Goiás tome a melhor decisão pensando não só no hoje, mas no amanhã, em um futuro melhor para todos”, observou o governador mato-grossense.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Por:
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos