spot_img
InícioNotíciasTaroba, 30 anos na Polícia Civil de Uruaçu

Taroba, 30 anos na Polícia Civil de Uruaçu

Chegar aonde chegou é uma grande vitória, o policial civil de Uruaçu, ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal, Antônio de Souza Reis (Taroba), cumpriu até então uma parte de sua missão na segurança pública de Uruaçu. São 30 anos dedicados à segurança pública.

Através de nota publicada nas redes sociais, o policial agradeceu a Deus e a todos pela conquista de chegar aos 30 anos de serviços prestados à comunidade uruaçuense no decorrer de meia vida vivida. Bom policial, bom pai de família, bom filho, bom político e bom cidadão.

Um ser humano  como todos, que tem os seus defeitos, porém as suas qualidades somam bem mais na sua vida até então. Não é fácil conquistar as pessoas, as amizades, exercendo a profissão de policial.

A profissão é exigente, complexa, a lida do dia a dia é com prisões, investigações, apreensões, e  muitas vezes cadeia para os infratores da Lei, mas mesmo assim, ele conseguiu conquistar ao longo desses 30 anos, amizade e respeito para com a população de Uruaçu, fruto lógico, de sua dedicação, amor à profissão, respeito para com as pessoas e amor à família e aos amigos.

A aposentadoria chegou, mas outra fase começa. A partir de agora, o ex-policial, que também é  político, deverá dedicar  sua vida à política, onde também logrou êxito no decorrer de oito anos, exercendo dois mandatos de vereador e por último, como presidente da Câmara Municipal em Uruaçu.

Ao chegar ao fim de sua estada na PC, Taroba publicou uma nota no seu perfil nas redes sociais, veja:

“Trinta anos se passaram, como se fosse num piscar de olhos. Ainda um garotão que tinha acabado de sair da adolescência. Já fui revestido de um poder pra proteger o cidadão de bem do nosso Estado de Goiás.

Tive que aprender muitas coisas na prática, pois a minha idade ainda não dava pra ter muita experiência. Grandes dificuldades enfrentei no dia a dia do serviço policial.

Mas posso garantir a cada um, que aprendi demais durante essas três décadas. Sempre busquei estar perto do cidadão de bem da nossa cidade, dando atenção e zelando da amizade daqueles que eu já tinha, e sempre aberto para fazer mais.

Aprendi muito cedo a me colocar no lugar da vítima. E também não acreditar naquele que chegava primeiro na delegacia, aprendi a ouvir os dois lados, para não acusar ninguém injustamente.

Sou de uma época muito difícil de trabalhar, pois não tinha viaturas, policiais sem armas, algemas, salários baixos, e além de tudo atrasados, “inflamação lá nas tampas”.

Mas com o passar dos anos, as coisas foram melhorando e avançamos bastante. Tenho plena convicção de que ainda precisamos avançar muito.

Os primeiros delegados com quem eu trabalhei foram Dr. José Carlos Bringel como regional e o Dr. Gerson José de Souza na municipal, sempre terei uma imensa gratidão por cada um.

Aos colegas policiais que trabalharam e que trabalham comigo ainda hoje, quero dizer que sou muito grato a cada um de vocês pela amizade e companheirismo de sempre. São amigos e irmãos em quem confiamos a nossa vida no dia a dia,  cada um protegendo o outro.

Quero aqui agradecer a Deus por ter cuidado de mim até aqui. Acredito que  se eu cheguei até aqui foi porque Ele permitiu.

Glórias e louvores a ti, Senhor”.

Antônio de Souza Reis (Taroba).

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com