spot_img
InícioNotíciasSob críticas, Senado aprova Mais Médicos

Sob críticas, Senado aprova Mais Médicos

MP dispensa revalidação do diploma para estrangeiros nos primeiros quatro anos de atuação no país

Sob críticas da oposição, os senadores aprovaram na terça-feira 20, a medida provisória que relançou o programa Mais Médicos, do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. O texto seguirá para sanção presidencial.

A medida, no entanto, sofreu várias mudanças feitas pelo Congresso: primeiro na comissão mista que analisou a medida, sob a relatoria da senadora Zenaide Maia (PSD-RN), depois na Câmara dos Deputados.

Polêmica

Um dos temas mais polêmicos durante toda a tramitação foi a necessidade de revalidação dos diplomas para médicos brasileiros ou estrangeiros formados fora do Brasil.

O texto original da MP dispensava essa prova para a participação dos médicos no programa, e a dispensa foi mantida no texto de Zenaide. Assim, os médicos formados fora do Brasil não precisarão fazer o Revalida para participar do programa.

A prorrogação da participação no programa, no entanto, só será possível com a apresentação do diploma revalidado. Com a mudança aceita pela relatora, médicos sem a revalidação poderão permanecer atuando por quatro anos, não mais oito anos, como no texto original.

O senador doutor Hiran (PP-RR) criticou a dispensa da revalidação nos primeiros quatro anos do programa. O parlamentar chegou a apresentar destaque para que o texto exigisse a inscrição do médico participante no Conselho Federal de Medicina do Estado de atuação. Com isso, será necessário que esses médicos tenham o diploma revalidado para participar.

Revista Oeste

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com