spot_img
InícioNotíciasPesquisa Serpes: diferença entre Marconi (25,8%) e Waldir (13,2%) volta a crescer...

Pesquisa Serpes: diferença entre Marconi (25,8%) e Waldir (13,2%) volta a crescer para o Senado

Fabiana Pulcineli

No novo levantamento, realizado dos dias 12 a 14 de setembro, a frente do tucano é de 12,6 pontos

Candidatos ao Senado: Marconi Perillo e Waldir Soares (Foto: Fábio Lima/O Popular)

Fabiana Pulcineli

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) volta a ampliar sua frente na disputa ao Senado em Goiás, com 25,8% das intenções de voto na quarta rodada da pesquisa Serpes/O POPULAR. O deputado federal Delegado Waldir Soares (UB) caiu 5,3 pontos porcentuais e aparece com 13,2%.

No novo levantamento, realizado dos dias 12 a 14 de setembro, a frente do tucano é de 12,6 pontos, enquanto na rodada anterior, divulgada há uma semana, Waldir havia crescido e reduzido a distância do tucano para 6,1 pontos porcentuais.

Marconi mantém índice semelhante nas últimas três rodadas e desta vez oscilou 1,2 ponto para cima. O deputado federal volta ao porcentual que tinha em julho, no primeiro levantamento contratado pelo POPULAR.

Considerando a pesquisa estimulada, em que os nomes dos nove candidatos ao Senado são apresentados ao eleitor, o deputado federal João Campos (Republicanos) tem 6,9% e o ex-senador Wilder Morais (PL), 5,4%.

Na rodada anterior, Wilder havia passado à frente de João Campos numericamente, com 6,1% e 5,7%, respectivamente.

A ex-deputada estadual Denise Carvalho (PCdoB) alcança 5%, mesmo porcentual do ex-deputado federal Alexandre Baldy (PP), que teve oscilação positiva de 1,6 ponto porcentual. O ex-deputado federal Vilmar Rocha (PSD) aparece com 3,4%. O empresário Leonardo Rizzo (Novo) tem 1,2% e a servidora pública Manu Jacob (PSOL), 1,1%.

O índice de indecisos na pesquisa estimulada é de 21,8%, e outros 10% não vão votar ou pretendem anular.

O levantamento já mostra efeitos de um mês da campanha eleitoral e as trocas de ataques que se intensificaram na última semana.

O partido de Marconi não tem chapa para a disputa ao governo. Já a base do governador Ronaldo Caiado (UB) tem três nomes para o Senado: Waldir, Baldy e Vilmar.

João Campos integra a coligação do candidato do Patriota ao governo, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha, e Wilder Morais (PL) é da chapa do deputado federal Major Vitor Hugo (PL) ao governo. Ambos apoiam a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), assim como Waldir e Baldy.

Denise compõe a chapa do professor Wolmir Amado, candidato ao governo pelo PT, e apoia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o Planalto. Marconi e Vilmar declaram voto à senadora Simone Tebet (MDB-MS) para presidente da República.

Este ano, há apenas uma vaga para o Senado, com o encerramento do mandato de Luiz do Carmo (PSC).

Indecisos sobre em quem votar para o Senado somam 57,4% 

O índice de eleitores indecisos na disputa ao Senado em Goiás segue alto na quarta rodada da pesquisa Serpes/O POPULAR: 57,4% ainda não sabem em quem votar. Na rodada anterior, divulgada no dia 9 de setembro, eram 60,2%.

No levantamento em que os nomes dos candidatos não são apresentados, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) aparece com 14,1% e o deputado federal Delegado Waldir Soares (UB), com 5,9%.

Ambos tiveram oscilação negativa: o tucano de 0,8 ponto e o deputado, de 1,2 ponto. O deputado federal João Campos (Republicanos) tem 3,5% e o ex-senador Wilder Morais (PL), 2,9%. A ex-deputada estadual Denise Carvalho (PCdoB) é citada por 3,2% e o ex-deputado Alexandre Baldy (PP), por 2,5%

Marconi voltou a reduzir a rejeição a seu nome: 16,6% dos eleitores afirmaram não votar no tucano de jeito algum. Há uma semana, a resistência era de 19%. A rejeição a Delegado Waldir teve oscilação positiva e agora é de 9,7%. ( O Popular)

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com