InícioNotíciasPastor diz que quem vota em Lula deve sair da igreja, em...

Pastor diz que quem vota em Lula deve sair da igreja, em Pires do Rio

1

Segundo o líder religioso, quem apoia o petista “não é cristão”, mas “companheiro de ladrões”

Presidente do Ministério Nova Terra da Igreja de Cristo, Ulysses de Oliveira Júnior (Foto: Reprodução – YouTube)

O presidente do Ministério Nova Terra da Igreja de Cristo, apóstolo Ulysses de Oliveira Júnior, de Pires do Rio, publicou vídeo no YouTube para pedir que pastores e fiéis que apoiam a eleição de Lula se retirem da congregação. Para ele, quem vota no petista “não é cristão” e é “companheiro de ladrões”.

De acordo com Ulysses de Oliveira, aqueles que votam em Lula estão “concordando com a ladroagem, com o crime de assassinato de crianças no ventre”. “Estaríamos concordando com o roubo”, comenta. No vídeo, ele diz ainda que todo e qualquer líder religioso, pastor, bispo, seja quem for, “que estiver pedindo voto para Lula não é cristão, é ateísta, é companheiro de ladrões, faz parte da mesma gangue”.

Ele ressalta que todos que trabalham na igreja devem se posicionar a favor da reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Não queremos andar junto com companheiros de ladrões, com perseguidores da igreja, com ateístas dentro da igreja. Entreguem seus cargos e vão cuidar da vida. Você que é pastor, que é líder, que é um servo de Deus, fez um voto no altar e se você não quer cumprir esse voto, por favor, se retire do nosso meio”, diz o líder religioso.

O advogado Júlio Meireles afirma que a prática pode configurar assédio eleitoral e abuso do poder religioso.

O Mais Goiás já mostrou que aumentou o número de empresários que praticam o que pode ser considerado assédio eleitoral.( Eduardo Pinheiro

Goiânia, GO – Mais Goiás)

Por:
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos