spot_img
InícioNotíciasO que são commodities? Confira tipos e exemplos

O que são commodities? Confira tipos e exemplos

Fabiana Lima

Na produção industrial, agrícola, no mercado financeiro e no dia a dia dos brasileiros, as commodities estão sempre presentes. Embora algumas pessoas não conheçam o significado dessa palavra, as commodities fazem parte do dia a dia de todo cidadão. 

O Brasil é um país conhecido mundialmente por diversas commodities. Neste artigo, você vai entender melhor sobre as commodities, conhecer alguns exemplos e as principais brasileiras. Continue lendo e confira!

O que são as commodities?

A palavra ‘commodity’, traduzida, significa ‘mercadoria’. No passado e por muitos anos, a palavra foi usada com esse significado, para indicar mercadorias de forma geral. Hoje já não é mais assim, as commodities estão relacionadas com matéria-prima. Ou seja, usamos a palavra commodity quando vamos nos referir a produtos que são matéria-prima para criação de outros.

Esses produtos costumam ser consumidos e produzidos em larga escala e estocados em grande quantidade, mantendo a sua qualidade. Além disso, os preços das commodities podem variar bastante de preços. Por esses motivos, também são vistas como investimento.

As commodities são formadas por produtos de origem primária, de grande importância para a economia mundial, pois apresentam alto nível de comercialização e pouca industrialização. Alguns exemplos de commodities são o petróleo, o café, o alumínio, a soja etc. Confira a seguir quais são os 4 tipos de commodities!

Simule sua transferência internacional como Pessoa Jurídica

Envie e receba valores do exterior através de sua empresa com transparência, eficiência e segurança.

Quais são os 4 tipos de commodities?

Confira a lista dos quatro principais tipos de commodities comercializadas em todo o mundo:

Commodities agrícolas

As commodities agrícolas são aquelas utilizadas e comercializadas pelo agronegócio. Essas matérias-primas são fundamentais para a manutenção do setor e para a economia de países no mundo inteiro. Veja alguns ítens que formam esse grupo de commodities:

  • Café
  • Soja
  • Trigo
  • Milho
  • Açúcar
  • Algodão
  • Suco de laranja

Commodities ambientais

As commodities ambientais são matérias-primas utilizadas para produzir bens a partir de recursos naturais. Em geral, são consumidas e necessárias na produção industrial e agrícola. Confira alguns exemplos de commodities ambientais:

  • Água
  • Madeira
  • Energia (geração)

Commodities minerais e energéticas

As commodities minerais e energéticas estão relacionadas com energia, minerais e diferentes tipos de metais. As mais comuns nesse segmento são:

  • Ouro
  • Etanol
  • Petróleo
  • Gás natural

Commodities financeiras

Por fim, as commodities financeiras são títulos emitidos pelo governo e moedas negociadas no mercado. Veja alguns exemplos desse tipo de commodity:

  • Euro
  • Real
  • Dólar americano
  • Títulos públicos do governo federal (Tesouro Direto)

Quais as principais commodities do Brasil?

O Brasil é um dos principais países no mundo na produção de commodities. Devido a abundância do território brasileiro, com riqueza de recursos naturais, o país se destaca principalmente na produção de commodities agrícolas. A exploração de matérias-primas é forte nesse sentido. Confira quais são as principais commodities que movimentam a economia brasileira:

  • Café
  • Soja
  • Milho
  • Petróleo
  • Alumínio
  • Boi Gordo
  • Suco de Laranja
  • Minério de Ferro

Embora o Brasil se destaque na produção e comercialização dessas commodities, não é quem as precifica como quer. Pelo contrário, depende do mercado externo para definir quais serão os preços das suas matérias-primas.

A precificação das commodities depende da demanda internacional. Quando a necessidade por uma determinada commodity está alta, seu preço sobre e os produtores brasileiros têm mais lucro. No entanto, quando há uma crise global, por exemplo, que afeta determinada commodity, ela é desvalorizada e os produtores são prejudicados.

Dessa forma, o preço das commodities é afetado mesmo quando a economia no Brasil está bem, pois o que determina é a demanda exterior. Outro aspecto que influencia na economia nacional é que diante de uma alta na procura por uma determinada commodity, a tendência é o seu preço aumentar. 

Diante disso, o preço no mercado brasileiro também vai aumentar e os produtores terão mais interesse em exportar do que vender internamente. Assim, seu valor tende a aumentar no país, o que vai influenciar os preços de todos os produtos que utilizam essa commodity como matéria-prima.

Quem tem interesse em investir em commodities, precisa se atentar para o mercado internacional e acompanhar a variação de preços. Conhecer os ciclos de alta e baixa das commodities ajuda a entender como elas podem impactar os resultados da sua produção.

Como investir em commodities?

Se você tem interesse em investir no mercado de commodities, precisa buscar informação e entender melhor sobre o funcionamento desse tipo de investimento. Antes de mais nada, terá que abrir uma conta em uma corretora de valores.

Esse passo é indispensável para quem quer começar qualquer tipo de aplicação na bolsa de valores. Além disso, terá o suporte de profissionais especializados, que vão te orientar sobre as melhores commodities para investir em cada momento, pois eles ficam dedicados a acompanhar os preços e as variações dos itens que estão em alta ou em baixa.

O próximo passo é entender sobre o Mercado Futuro, um conceito fundamental para quem investe em commodities. O Mercado Futuro é um ambiente da Bolsa de Valores, onde é possível ganhar com a variação dos ativos, com índices e taxas de juros. Nele, são negociados os contratos futuros, ou seja, os acordos de compra e venda com preço e período de validade.

Você não precisa investir todo o valor que é exigido nesse tipo de contrato, apenas uma margem como garantia. Seguindo dessa forma, você não vai pagar e nem receber nada no contrato futuro. Vai, apenas, lidar com as oscilações dos valores, receber pelos ganhos e pagar pelas perdas.

A margem de garantia que você pagou vai servir para comprovar que você tem condições para lidar com os prejuízos que podem acontecer. A vantagem é que a margem pode ser paga de outras formas, além de dinheiro, como com:

  • CDB
  • Ações
  • Títulos de Renda Rixa
  • e outros ativos financeiros

Outra característica do mercado futuro é que você não precisa vender um contrato para receber pela sua valorização. Você consegue acompanhar os ganhos e as perdas do dia no “ajuste diário”, que é divulgado diariamente na Bolsa de Valores.

No Mercado Futuro, você pode aplicar em commodities agrícolas e financeiras. Ou seja, investe em produtos ligados à alta demanda do mercado mundial e pode ter bons lucros com essa movimentação.

Gostou desse conteúdo? Continue acompanhando os artigos aqui no blog da Remessa Online e aprenda mais sobre o mercado financeiro, economia mundial e investimentos.

Resumindo

O que são commodities?

As commodities são a matéria-prima para criação de produtos, como soja, café, petróleo etc.

Quais são os principais tipos de commodities comercializadas?

Os quatro principais tipos de commodities mais comercializadas no mundo são: agrícolas, ambientais, minerais e energéticas e financeiras.

Quais as principais commodities do Brasil?

As principais commodities do Brasil são: Café, Soja, Milho, Petróleo, Alumínio, Boi Gordo, Suco de Laranja e Minério de Ferro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com