spot_img
InícioNotíciasMulher é espancada até a morte pelo marido na frente dos filhos...

Mulher é espancada até a morte pelo marido na frente dos filhos em Senador Canedo, diz polícia

Danielsom Ribeiro está foragido desde o dia do crime. Investigação apontou que o casal teve uma discussão e o homem espancou a mulher.

A Polícia Civil divulgou que uma mulher foi espancada até a morte pelo marido, que fugiu após o crime, em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia. Segundo a polícia, o crime aconteceu no último domingo (18), mas o corpo da mulher, de 24 anos, foi encontrado apenas na segunda-feira (19).

Miriam Anjos dos Santos morava com o marido, Danielsom Ribeiro Rocha, e com quatro filhos pequenos. O homem é conhecido no setor por vender balas e bombons nos bares e restaurantes do município. Danielsom está foragido desde o dia do crime, sendo procurado pela Polícia Civil.

A investigação apontou que o casal teve uma discussão e o homem espancou a mulher até a morte na frente das crianças. Após o ocorrido, o suspeito deixou os filhos na casa de sua mãe e fugiu. O crime aconteceu na Rua Érico Veríssimo, no Jardim Canedo I.

Por estranharem o fato da vítima não atender ligações, os familiares foram até a casa dela, onde encontraram Miriam morta. A Polícia Militar de Goiás (PMGO) e o Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local.

O corpo foi liberado para a família e encaminhado para São Desidério (BA), onde acontecerá o velório e o enterro. Apesar de residir em Senador Canedo há muitos anos, Miriam é natural do estado da Bahia.

Crianças

Segundo a cunhada do irmão de Miriam, ele está cuidando das quatro crianças, filhas do casal. Ela informou que o filho mais velho do casal tem apenas cinco anos, seguido por três crianças de dois meses, 3 e 4 anos.

“As crianças estavam presentes e viram o pai matar a mãe espancada com um pedaço de pau. O menino mais velho relatou que o papai bateu muito na mamãe”, explicou a mulher.

O homem está foragido e o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) está investigando o caso. Qualquer informação sobre o suspeito pode ser feita à Polícia Civil pelo número 181.

Por Giovanna Campos, g1 Goiás

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com