spot_img
InícioNotíciasMorre Mikhail Gorbatchev

Morre Mikhail Gorbatchev

O comunista tentou reformar a União Soviética e foi seu último líder

Mikhail Sergeievich Gorbachev, que morreu nesta terça-feira aos 91 anos, revelou ao planeta no dia 25 de dezembro de 1991 uma das notícias mais impactantes do século XX. A internet engatinhava e as mídias sociais ainda não sonhavam existir. Em cadeia nacional de televisão, em um salão do Kremlin — preferiu que não fosse o próprio gabinete — anunciou a sua renúncia e o fim da União Soviética.

Entre as paredes da fortaleza do poder político russo, acompanhado apenas de um punhado de assessores mais próximos, o oitavo e último líder soviético destacava como conquistas suas o fim da Guerra Fria e da corrida armamentista, a abertura para o resto do mundo e o abandono de práticas de interferência em questões internas dos outros países. Lá fora, o pavilhão da URSS dava lugar à bandeira da Federação da Rússia. O país estaria vivendo dali em diante, segundo dizia às câmeras russas e americanas que o filmavam, um mundo novo, marcado por eleições livres, um sistema multipartidário, liberdade de imprensa e de credo, e prioridade para os direitos humanos.

— Fomos recompensados com confiança, solidariedade e respeito. Pagamos com a nossa História e as nossas experiências trágicas por essas conquistas democráticas, e elas não devem ser abandonadas, em nenhuma circunstância, sob qualquer pretexto — afirmou, em discurso histórico, o último líder soviético, que morreu no Hospital Clínico Central de Moscou “após uma doença grave e prolongada”.

Naquele mesmo dia, como dezenas de milhões de soviéticos, a bibliotecária Galina Sergeevna, mãe de duas meninas, assistia perplexa ao pronunciamento do presidente. Hoje, aposentada, admite ter sido tomada por medo e preocupação. Era o fim do imenso país em que havia crescido, uma decisão equivocada, em sua avaliação, com um custo enorme para a população. Ela não se refere a Gorbachev como “traidor”, como fazem tantos de seus compatriotas, mas diz que “foi fraco, não soube governar, muitos menos alimentar os cidadãos, ou garantir que as prateleiras dos mercados estivessem abastecidas”.

Via Agência O Globo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com