InícioNotíciasLixão, até quando?

Lixão, até quando?

1

Há anos o denominado lixão de Uruaçu traz enorme dor de cabeça para a população, principalmente nos setores adjacentes. Sem oferecer estrutura para tal, o local é muitas vezes frequentado por usuários de drogas que atrapalham os trabalhadores   catadores de reciclados que ganham o seu sustento no local.  Há até informação de que existe uma verdadeira máfia do lixo no lixão de Uruaçu, que dificulta o Poder Público de tomar providências no sentido da manutenção da ordem naquele local.

A população já está cansada de tanta fumaça, provocada por pessoas irresponsáveis que frequentam o local e vez ou outra colocam fogo no lixo.

A polícia e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, sem o apoio da população não conseguem monitorar e extirpar de lá esses invasores que aprontam, diariamente e provocam queimadas, e quem “paga o pato” é a população, que não aguenta mais a situação.

O Poder Público tem as suas justificativas, alegando dificuldades em manter a segurança no local 24 h por dia, por falta de estrutura humana, e ainda reclama que os frequentadores do lixão montaram uma verdadeira máfia do lixo em Uruaçu, inclusive ameaçando pessoas de bem que lá aparecem para algum diálogo no sentido de conter as queimadas lá provocadas.

O prefeito de Uruaçu, Valmir Pedro, disse que a prefeitura já está providenciando cercar o local com alambrado para amenizar a situação dos invasores, no entanto, isso não resolve a questão completamente. Infelizmente o novo aterro sanitário que está em construção, será o único meio de sanar definitivamente o problema que aflige a comunidade.

Segundo a Prefeitura de Uruaçu, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, serão investidos cerca de R$ 400.000,00 (Quatrocentos mil reais), na obra do alambrado, dinheiro que deveria ser aplicado em outras obras, como construção de praças e creches, mas que infelizmente, em função da falta de conscientização de alguns, esses recursos serão aplicados no cercado, já em fase de licitação, para em breve concretizar o fechamento do local. Ainda de acordo com a Prefeitura, com a instalação da cerca, ninguém poderá frequentar aquele local, exceto os servidores do Município. Fumaça tóxica nos quatro cantos de Uruaçu

Com a proliferação das queimadas, alguns setores de Uruaçu sofrem mais que outros.

Os moradores dos bairros Vitória, Vale do Sol, Ana Park, Rosen Park, Campo Formoso, Santa Helena, Jonas Veiga, Sol Vermelho, São Vicente e Setor Aeroporto são os mais castigados pela fumaça tóxica proveniente das queimadas no lixão.  Tem dias em que o mau cheiro percorre os quatro cantos de Uruaçu.

As reclamações são constantes e apesar de esforço concentrado das autoridades no sentido de extirpar o problema, ainda não há uma solução plausível que permita às famílias respirarem melhor.

Os principais problemas causados pela inalação da fumaça proveniente de incêndios são:

Queimadura das vias respiratórias;

Asfixia;

Intoxicação;

Bronquite/bronquiolite e

Pneumonia.

Os principais riscos de inalar fumaça de incêndio

Os perigos de inalar fumaça de incêndio variam desde queimaduras nas vias aéreas até o desenvolvimento de doenças respiratórias como bronquiolite ou pneumonia.

Isso porque a presença de gases como monóxido de carbono e outras pequenas partículas são arrastadas pela fumaça até os pulmões, onde causam irritação dos tecidos e inflamação.

Dependendo da quantidade de fumaça que foi inalada e do tempo de exposição, a pessoa pode evoluir de intoxicação respiratória relativamente leve até uma parada respiratória em poucos minutos.

Por esse motivo, o ideal é sempre se manter longe de qualquer tipo de incêndio, não apenas pelo perigo das chamas, mas também pela presença da fumaça. No caso de ser necessário ficar por perto, é importante que se utilize material de proteção adequado, como acontece no caso dos bombeiros, por exemplo.

Por:
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos