InícioCrimeHomem que matou sertanejo queria “matar toda a família”

Homem que matou sertanejo queria “matar toda a família”

1

O homem que matou o cantor sertanejo Gustavo Caporalini no último domingo (25) teria também atirado contra crianças e adolescentes que estavam na casa da família. É o que relata o policial militar Odair Antônio Caporalini, tio da vítima.

O cantor foi assassinado com três tiros em sua própria casa, em Votuporanga, interior de São Paulo, durante um churrasco.

– Ele [o atirador] veio correndo, e o Gustavo veio correndo pedindo: “Tio, me socorre, me socorre pelo amor de Deus”. E eu tinha escutado um pouco antes ele falando: “Para, cara. Não faz isso, pelo amor de Deus”. Ele veio correndo [Gustavo] e aí tomou um tiro, que acredito ter sido nas costas, porque ele já passou caído por mim – contou ao G1.

– Eu vi aquilo, e a gente meio sem saber o que estava acontecendo. Na hora que eu olhei, eu vi o cara com a arma e falei: “Não faz isso, não faz isso, por favor, não faz isso”. Ele começou a dar tiro em mim. Empurrei ele, ele foi para frente e falou: “Eu vou te matar, eu vou matar todo mundo. Vou acabar com vocês. Vou acabar com essa família”, e deu um tiro nas crianças, nas crianças dentro da piscina. Como um cidadão desse faz isso? – continuou.

O atirador foi identificado como Rodrigo Marques, um agente penitenciário de 42 anos. Segundo o delegado Marco Tirapelli, responsável pelo caso, o assassinato teria sido motivado por ciúmes, por causa de um suposto envolvimento de Gustavo com a ex-esposa de Rodrigo.

O agente penitenciário, inclusive, agrediu a ex-mulher antes de cometer o crime. Eles estavam em processo de separação há pouco mais de um mês.

Rodrigo fugiu após o crime, mas foi localizado em Campina Verde, Minas Gerais, sendo encaminhado posteriormente para a penitenciária de Paulo de Faria (SP). Ele confessou o crime.

Por: Monique Mello

Por:
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos