InícioNotíciasGustavo Mendanha diz que fala sobre urnas eletrônicas foi distorcida

Gustavo Mendanha diz que fala sobre urnas eletrônicas foi distorcida

1

Ex-prefeito de Aparecida salientou que os questionamentos sobre o sistema eleitoral “fazem parte do processo eleitoral”Ex-prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha (Foto: Câmara de Goiânia)

O candidato ao governo de Goiás, Gustavo Mendanha (Patriota) diz que a resposta que deu sobre urnas eletrônicas em sabatina realizada pelo Jornal O Popular na última quarta-feira (17) foi “distorcida por pessoas mal intencionadas”. O ex-prefeito de Aparecida de Goiânia afirma que “cabe à Justiça Eleitoral, ao Ministério Público, aos partidos políticos e à sociedade como um todo participarem do processo eleitoral”.

Além disso, salienta que os questionamentos sobre o sistema eleitoral “fazem parte do processo eleitoral”. “Mas até aqui elas [urnas] funcionaram bem e expressaram a vontade da maioria da população brasileira. O mais importante é que possamos fazer eleições limpas e respeitar a vontade do povo, como determina a Constituição Federal”, publicou no Twitter.

Relembre

Durante a sabatina questionado se coaduna com as críticas do presidente ao sistema eleitoral brasileiro, especificamente sobre as urnas eletrônicas, o ex-prefeito disse que é um “legalista”. Ou seja, que defende a separação dos Poderes e que a Justiça Eleitoral estaria interferindo nas atribuições do Legislativo.

Quando confrontado sobre quais seriam essas interferências, Gustavo Mendanha não deu exemplos. “Os tribunais vêm entrando naquilo que é função do legislativo. Entendo que o Judiciário tem que cumprir seu papel e o Legislativo tem que cumprir seu papel”, disse. “Existe a discussão [sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas]. Cabe a Justiça mostrar se as urnas são confiáveis ou não. Acredito na Justiça. Essa é uma discussão que devemos ter”, apontou.

Por Eduardo Pinheiro/Mais Goiás

Por:
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos