spot_img
InícioNotíciasGoiás fecha 2021 com saldo positivo de 107.215 empregos

Goiás fecha 2021 com saldo positivo de 107.215 empregos

Estado assume oitava posição entre os Estados que mais geram postos de trabalho, e é primeiro lugar na Região Centro-Oeste. Em 12 meses, ocorreram 750.692 admissões, ante 643.477 demissões. Números mostram recuperação econômica e fortalecimento de diferentes setores. “Nosso objetivo é atender à demanda da população com um governo que rompe as desigualdades regionais ao criar alternativas de emprego”, afirma Caiado

O Estado de Goiás encerrou o ano de 2021 com saldo positivo de 107.215 postos de trabalho formais, com carteira assinada. Os dados foram divulgados, nesta segunda-feira (31/01), pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão do Ministério da Economia. Os números colocam Goiás na primeira posição, no ranking de geração de empregos na Região Centro-Oeste e são resultado de 750.692 admissões, ante 643.477 desligamentos.

“Não existe nenhum programa social mais importante, e com maior capacidade de proporcionar qualidade de vida e cidadania para as pessoas, do que o trabalho”, ressaltou o governador Ronaldo Caiado. ““Nosso objetivo é atender à demanda da população com um governo que rompe as desigualdades regionais ao criar alternativas de emprego”, completou.

O mês de dezembro de 2021 fechou negativo, com a supressão de 6.431 vagas, resultado de 52.663 admissões, ante 59.094 demissões. Esse foi o único mês com saldo negativo, em Goiás, durante todo o ano. Entre os Estados e o Distrito Federal, apenas Paraíba e Alagoas, não tiveram resultados negativos, no último mês do ano. No Brasil, os números também fecharam no azul, em 2021, com saldo de 2.730.597 novas vagas. No mês de dezembro, o saldo foi negativo com a extinção de 265.811 postos.

Empregos por setor
O setor de serviços foi o que mais gerou empregos, em Goiás, no ano de 2021, com saldo de 44.795 vagas; seguido por comércio, 27.334; indústria, 20.219; construção, 8.492 e agropecuária, 6.375.

O titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel Sant’Anna disse que os números são resultado das inúmeras ações do Governo de Goiás para fortalecer e apoiar, especialmente, às micro e pequenas empresas, sem contar o trabalho realizado na atração de novos investimentos para território goiano, além de projetos e programas pontuais, como o Cinturão da Moda, que estimulam o empreendedorismo.

“Os números dos empregos, em Goiás, mostram que estamos no caminho certo no processo de retomada da economia. Os empregos estão crescendo em todos os setores e nossa expectativa é de mais vagas abertas neste ano de 2022, especialmente na indústria, no comércio e nos serviços”, afirmou Sant’Anna.

O secretário César Moura, titular da Secretaria de Estado da Retomada, destacou algumas iniciativas promovidas pela pasta: “A combinação dos programas Mais Empregos e Mais Crédito com os cursos profissionalizantes gratuitos dos Colégios Tecnológicos são exemplos práticos. Esta sequência de índices positivos para Goiás na geração de emprego formal, como o anunciado pelo Caged, só comprova que estamos no caminho certo, graças ao trabalho coletivo, envolvendo entes de dentro e fora do Governo de Goiás”, frisou o secretário.

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços – Governo de Goiás

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com