InícioNotíciasCriminosos matam caseiro da fazenda em Barro Alto e agridem mulher a...

Criminosos matam caseiro da fazenda em Barro Alto e agridem mulher a pauladas

1

Mulher tem 48 anos e sobreviveu à surra, mas está em situação grave

Dois criminosos invadiram uma fazenda, desligaram o disjuntor de energia elétrica e assassinaram um caseiro (de 51 anos) no povoado de Santo Antônio da Laguna, em Barro Alto (perto de Goianésia). O homicídio aconteceu na madrugada desta terça-feira (8), na propriedade rural em que a vítima morava. Os bandidos também batem na esposa do caseiro com um pedaço de pau. A mulher tem 48 anos e sobreviveu à surra, mas está em situação grave.

delegada Poliana Bergamo, responsável pelo caso, informou ao Mais Goiás que investiga a motivação do crime. Por uma questão de segurança, o caso prosseguirá em sigilo.

“Estamos investigando, ouvindo testemunhas. Já realizamos a perícia no local do crime. Vamos aguardar o resultado do laudo cadavérico da vítima e tentar entender o que aconteceu”, afirmou a investigadora.

Criminosos desligaram energia antes de matar caseiro

Apesar de não poder detalhar o rumo da investigação, a delegada confirmou que os suspeitos invadiram a casa por volta de 01h30 e desligaram a energia elétrica para executar o crime. Primeiro, os suspeitos atacaram o homem e o agrediram com pedaços de pau até a morte. Em seguida, agrediram a mulher da mesma maneira e fugiram.

O batalhão rural da Polícia Militar (PM) diz que a mulher apresentava ferimentos nos braços, nas pernas e um grande corte na cabeça. Mesmo assim, conseguiu se levantar e pedir por ajuda aos vizinhos. Foram os moradores que acionaram os policiais e informaram acerca de um suposto assalto.

A Polícia Civil não confirma se o delito foi planejado ou se foi uma mera tentativa frustrada de assalto.

Assim que a PM chegou ao local do crime, prestou os primeiros socorros à vítima. Em seguida, conduziu a mulher ao Hospital Municipal de Barro Alto. O Mais Goiás não conseguiu solicitar à unidade médica um boletim médico atualizado, pois não teve acesso ao nome da vítima.

Com a chegada da Polícia Técnico-Científica, a propriedade rural onde o crime aconteceu passou por uma perícia

Assim que a PM chegou ao local do crime, prestou os primeiros socorros à vítima. Em seguida, conduziu a mulher ao Hospital Municipal de Barro Alto. O Mais Goiás não conseguiu solicitar à unidade médica um boletim médico atualizado, pois não teve acesso ao nome da vítima.

Com a chegada da Polícia Técnico-Científica, a propriedade rural onde o crime aconteceu passou por uma períica. O corpo do homem ficou aos cuidados do Instituto Médico Legal (IML), para posterior liberação aos familiares.

. O corpo do homem ficou aos cuidados do Instituto Médico Legal (IML), para posterior liberação aos familiares.

Por Larissa Feitosa

Por:
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos