InícioNotíciasCopa do Mundo 2022: seleção brasileira entre as favoritas

Copa do Mundo 2022: seleção brasileira entre as favoritas

1

O Catar sedia o maior espetáculo de futebol do planeta em 2022, onde estrelas globais como NeymarCristiano RonaldoMessi e Mbappé estão prontas para brilhar.

O troféu da Copa do Mundo masculina da FIFA (sigla em francês para Federação Internacional de Futebol) estará em disputa, pouco mais de quatro anos após a França ter se tornado bicampeã.

As apostas estão mais altas do que nunca, com potências do futebol como Brasil, Argentina, Alemanha, Uruguai, França, Espanha, Inglaterra, além de muitas outras buscando a glória em um novo capítulo da história do futebol.

No Catar, o Brasil vai tentar a conquista de mais uma Copa do Mundo FIFA, a sexta. A última aconteceu há pouco mais de 20 anos, em Yokohama, no Japão, quando Cafu subiu no púlpito para levantar a taça.

O país esteve presente em todas as edições de Copas do Mundo FIFA, desde a primeira, em 1930, no Uruguai. As cinco conquistas aconteceram em 1958 (Suécia), em 1962 (Chile), em 1970 (México), em 1994 (Estados Unidos) e em 2002 (República da Coreia e Japão). Além disso, foram dois vice-campeonatos, em 1950 e em 1998.

Os brasileiros são apontados por muitos como os grandes favoritos para o torneio. Donos de um palmarés repleto no mundo do futebol, com um plantel recheado de atletas de alto nível e futebolistas espalhados no mundo todo, a equipe comandada pelo treinador Tite terminou em primeiro lugar na zona sul-americana das eliminatórias. É atualmente bicampeão Olímpico do torneio masculino de futebol. Nas últimas duas edições de Copa América, venceu em 2019 e foi vice em 2021. No amistoso mais recente, superou a Tunísia, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, por 5 a 1.

Na Copa do Mundo do Catar, a seleção brasileira ficou no grupo G, ao lado de SérviaSuíça e Camarões.

A sequência de partidas do Brasil na primeira fase é:

  • 24 de novembro (quinta-feira) – Brasil x Sérvia – 16h (horário de Brasília) – Estádio Lusail;
  • 28 de novembro (segunda-feira) – Brasil x Suíça – 13h (horário de Brasília) – Estádio 974;
  • 2 de dezembro (sexta-feira) – Brasil x Camarões – 16h (horário de Brasília) – Estádio Lusail.

Os maiores nomes do futebol estarão no Catar para este importante torneio

Dois dos maiores de sempre, o craque argentino Lionel Messi e o astro português Cristiano Ronaldo, partem para provavelmente suas últimas tentativas de levantar o cobiçado troféu.

O luso está com 37 anos e o sul-americano, com 35. Ambos admitiram que esta será a Copa da despedida.

Entretanto, o campeão Olímpico Messi, mais Cristiano Ronaldo, se juntarão a um elenco de estrelas que inclui os franceses Kylian MbappéPaul Pogba e Antoine Griezmann – atuais campeões de 2018.

Além disso, há também o medalhista de ouro em Jogos, Neymar, e um Brasil bicampeão Olímpico, com um plantel repleto de exímios futebolistas, como Vinicius JuniorMarquinhosIbañez e outro vencedor de Tóquio 2020, Richarlison, que tem como meta ir ao topo do mundo com a Copa. Isso só para “começar a conversa”.

A Seleção Canarinho também conta com a classe de CasemiroLucas PaquetáMarquinhos e de Thiago Silva em mais um Mundial.

Embaixo das traves o Brasil está bastante seguro, com Alisson e Ederson, que atuam no futebol inglês.

Já a Inglaterra tem as esperanças no capitão Harry Kane, uma das favoritas após haver perdido a Euro 2020 para a Itália, nos pênaltis. Phil FodenRaheem SterlingSakaGrealishMason Mount e Marcus Rashford, fazem os torcedores sonharem com a conquista da Copa do Mundo pela primeira vez em mais de 50 anos (a primeira e única vez foi em 1966).

Entre os favoritos, a Argentina conta com um excelente plantel e está fortíssima. O treinador Scaloni sabe muito bem potencializar as ações de Di MaríaLo Celsode Paul e Lautaro Martínez. Ademais, um banco de luxo: MacAllister e Dybala entre eles.

De impressionar.

Cruzando o rio da Prata, os vizinhos uruguaios são liderados por Luis Suárez, que dispensa apresentações. De Arrascaeta, ídolo do Flamengo, terá uma grande oportunidade na Copa com a Celeste Olímpica, ao lado de Matías Viña, uma das grandes revelações do futebol charrua.

Olho também na Espanha e na Alemanha, que nunca podem ser deixadas de lado.

Será esta – finalmente – a Copa para a Bélgica, com a dupla de Bruyne e Lukaku? E o México, poderá desencantar? E as seleções da África, farão alguma semifinal desta vez?

Olho também no Japão, do habilidoso meia Takefusa e na seleção da República da Coreia, do ídolo Son Heung-min.

É uma lista interminável.

O cobiçado troféu de ouro em disputa no Catar é simplesmente chamado de “Copa do Mundo FIFA”, usado desde 1974.

Antes disso, a Taça Jules Rimet foi entregue à seleção campeã de maneira rotativa até 1970, quando ficou em posse definitiva do Brasil após a conquista do tricampeonato do mundo, no México.

www.olympics.com/pt/noticias/copa-do-mundo-fifa-2022

Por:
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos