spot_img
InícioNotíciasApós surto de superbactéria, Hugo mantém interdição de UTI por mais 48h

Após surto de superbactéria, Hugo mantém interdição de UTI por mais 48h

Hospital garantiu que o surto de superbactéria já foi controlado, mas que a manutenção da interdição se dá por “precaução”

Após registrar um surto de superbactéria, o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) confirmou que manterá a interdição de uma ala da UTI da unidade para novos pacientes por mais 48 horas. O hospital ressaltou que a infecção já foi controlada e que a manutenção da quarentena da UTI, em vigor desde a última semana, se dá por medidas de “precaução”.

Na última segunda-feira (27), o Hugo confirmou ter identificado sete casos de contaminação por acinetobacter e KPC, bactérias resistentes à maior parte dos antibióticos, na UTI 4 do hospital. O fato levou à interdição da ala por sete dias, com o fechamento temporário para novos pacientes.

Os pacientes que já estavam internados no referido ambiente foram transferidos e uma desinfecção no local foi concluída na última sexta-feira (1). Em comunicado nesta segunda-feira (4), o Hugo informou que a infecção foi controlada “de imediato com a desinfecção terminal” e que o “surgimento desse tipo de agente bacteriano é desconhecido”.

A unidade informou finalizou dizendo que “todos os casos foram controlados, inclusive com altas”, mas que, como medida de precaução, a interdição da UTI vai se estender por mais 48 horas.

Superbactérias no Hugo possuem alta resistência e elevado risco de morte

Em um documento do Serviço de Controle de Infecção (SCI) do Hugo, a unidade explica que as bactérias acinetobacter e KPC têm resistência à grande parte de remédios antibióticos.

Segundo o texto, elas possuem elevado risco de morte e transmissão, além de conseguirem ficar por até seis meses em superfícies.

Por Ton Paulo/Mais Goiás

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com