spot_img
InícioNotíciasNewsApós denúncia de que psicólogo que assinou laudos não faz parte de...

Após denúncia de que psicólogo que assinou laudos não faz parte de banca, instituto adia etapas de concurso da PCGO

Segundo a Polícia Civil, 79 candidatos fizeram denúncia. Delegado afirmou que psicólogo, que mora em outra cidade, teve nome e registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP) usados de forma indevida.

Depois que quase 80 candidatos inscritos no concurso da Polícia Civil de Goiás denunciaram que tiveram os laudos do exame psicotécnico assinados por um psicólogo que não estava vinculado à banca, o Instituto AOCP, responsável pela organização, informou que as demais etapas do concurso serão adiadas.

“O Instituto AOCP informa que tomou conhecimento de possíveis irregularidades na análise de recursos da Avaliação Psicológica do Concurso Público da Polícia Civil de Goiás e está apurando o ocorrido. Em virtude desse procedimento, as publicações das etapas, previstas em cronograma, serão adiadas. Mas, a organizadora está comprometida em avaliar a situação o mais rápido possível para seguir com o certame”, diz a nota.

Relembre o caso

Após a divulgação do resultado da avaliação psicológica, no dia 2 deste mês, 79 pessoas que prestaram o concurso da Polícia Civil, para o cargo de Agente de Polícia da 3ª Classe, procuraram a delegacia para denunciar que houve fraude nessa última etapa da seleção.

Os candidatos informaram que entraram com recurso após serem reprovados na última fase do processo seletivo, e, ao receberem a resposta de que o recurso havia sido negado, procuraram o psicólogo que assinou o documento. Foi neste momento que, segundo a investigação, o psicólogo teria informado aos candidatos que ele não participou das avaliações e não fazia parte do processo seletivo.

À TV Anhanguera, o delegado Humberto Teófilo detalhou que o psicólogo, que mora na cidade de Maringá, no Paraná, teve o nome e o registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP) usados de forma indevida.

Avaliação psicológica

Conforme o edital do concurso, na etapa de avaliação psicológica dos candidatos são analisadas características como: estabilidade emocional, comando e liderança, julgamento/percepção, iniciativa, produtividade e tomada de decisão, maturidade, confiança, controle da agressividade e da ansiedade, adaptação e resiliência, resistência à frustração e à pressão, sociabilidade e competência no relacionamento interpessoal, deferência e obediência às normas e regras, empatia, responsabilidade e persistência, capacidade atencional e fobias.

Por Leicilane Tomazini, g1 Goiás

DEIXE SEU COMENTÁRIO
spot_imgspot_img

.Artigos Relacionados
Artigos

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com