16/12/2017 22:16

Governo de Goiás licitou obras de 14 aeroportos. O de Uruaçu é um deles

CATEGORIA: turismo

Do Oeste Goiano

   

 

O Governo de Goiás licitou no mês de abril a construção, reforma e adequação de 14 aeródromos em cidades goianas, obras de suma importância para o desenvolvimento do Estado, por possibilitar outras formas de acesso às regiões mais movimentadas de Goiás. O aeroporto de Iporá que ainda não tem documentação da Agência Nacional de Aviação (ANAC) que permite pousos e decolagens é um deles.

Todos os aeroportos estão incluídos no programa Rodovida Construção, que investe R$1,5 bilhão na construção de novas vias rodoviárias, duplicações de rodovias já existentes, construção e reforma de aeroportos, construção de viadutos e pavimentação de trechos iniciados em governos anteriores.

Os recursos para as obras, que têm valores entre R$120.929,72 (adequação do aeródromo de Pirenópolis) e R$2.812.965,00 (construção do aeródromo de São José dos Bandeirantes), estão assegurados pelo governo. Durante as obras, alguns aeroportos deverão ser interditados como o de Porangatu, São Miguel do Araguaia e Aruanã.

Em Uruaçu, os serviços de adequação incluem revestimento de pista, implantação de alambrado, sinalização horizontal e vertical e drenagem. A obra terá o valor de R$740.904,42. Já em Aruanã as obras de adequação contaram com serviços de terraplenagem e pavimentação para a ampliação da pista de pouso e decolagem, aumento do balizamento noturno e adequação do terminal de passageiros.

Segundo a Agência Goiana de Transportes e Obras, os aeródromos a serem reformados e adequados são: Aruanã, São José dos Bandeirantes, Porangatu, Uruaçu, São Miguel do Araguaia, Formosa, Alto Paraíso, Pirenópolis, Palmeiras, de Goiás, Niquelândia, Iporá, Aragarças, Posse e Catalão.

PUBLICIDADE