18/12/2018 16:51

Efeito manifesto cassa politicos em Goias Uruaçu não ficou de fora

CATEGORIA: politica

Efeito manifesto cassa políticos em Goiás.

 

Em Uruaçu vereador Robson Pimentel foi cassado.

Ex-prefeito Lourencinho sofreu multa e está inelegível por oito anos. O também candidato a vice-prefeito Beto Ribeiro recebeu a mesma sanção. Ainda em Uruaçu, os candidatos a vereador que não obtiveram sucesso na eleição, Waldeir Ferreira Monteiro, Maria de Lourdes Teixeira Oliveira, Fábio Rocha de Vasconcelos e Alacir Freitas Carvalho receberam sanção de multa de R$ 20.000,00 e inelegibilidade. Segue a nota publicada no site do T.R.E.  desta quinta feira, 28.

 

 

Prefeito, vice-prefeito e vereador cassados pelo TRE-GO


O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás cassou, na noite de ontem (27/06), o prefeito de Goiatuba, Reinaldo Cândido; o vice-prefeito, Ronaldo Salatiel e os vereadores Genusvaldo Galdino de Araújo e Jubes Carlos Marques da Silva, por captação ilícita de votos e recursos, bem como  abuso de poder econômico. O relator do processo é o juiz membro do Tribunal, Airton Fernandes de Campos. Os parlamentares ficam inelegíveis por oito anos. O TRE determinou, ainda, que o presidente da Câmara Municipal de Goiatuba assuma a prefeitura até a realização de outra eleição.

Na mesma sessão plenária, em processo de relatoria da juíza Doraci Lamar Rosa da Silva Andrade, a Corte Eleitoral cassou o mandato do vereador do município de Uruaçu, Robson Correia Pimentel, que fica inelegível por oito anos, além da multa de R$20.000,00. Os candidatos a prefeito e vice-prefeito, Lourenço Pereira Filho e Luís Humberto Ribeiro, que não obtiveram êxito nas últimas eleições, receberam a sanção de multa, no mesmo valor e inelegibilidade, por oito anos, assim como os candidatos a vereador, não  eleitos, Waldeir Ferreira Monteiro, Maria de Lourdes Teixeira Oliveira, Fábio Rocha de Vasconcelos e Alacir Freitas Carvalho.

 

PUBLICIDADE